Como são tratados os professores no Canadá?

by - quarta-feira, maio 06, 2015


Diferenças Brasil e Canadá.  


Diferença # 38:  Como são tratados os professores.

Foi horrível ver as cenas de pancadaria acontecidas recentemente no Brasil. O Paraná virou uma praça de guerra, com os professores sendo tratados como se marginais fossem. Levaram socos. Balas de borracha. Pancadaria. Vários foram vistos com o rosto sangrando, olhos pretos por socos desferidos pelas autoridades.

Brasil: Que país é esse?

Os professores não seriam a classe mais importante de todas?  Não é a partir dos professores que nós nos tornamos o que somos?  

Como estaríamos aqui na Internet, lendo blogs e notícias se algum professor nunca tivesse segurado na nossa mão ensinando a escrever a letra “a” ?  Ou nos ensinando que “Eva viu o ovo”?    

Como ser neurocirurgião sem saber ler e escrever?  

Como trabalhar na NASA  e mandar um foguete ao espaço sem saber ler e escrever?  

Como calcular  o pagamento que deveremos receber depois de um determinado número de horas trabalhadas se não soubermos somar?

O professor tem a profissão mais importante que existe. Sem o professor não há nada. Só existe breu.  Só existe escuridão.

Parece óbvio, não é?   

Mas no Brasil o óbvio não é óbvio.  

No Brasiu-iu-iu tudo é “diferente”.  

No Brasil, um cara que roubou a pátria e foi preso (por pouco tempo, diga-se de passagem), entrou na prisão com o punho cerrado e erguido,  gritando palavras de ordem. Como se um herói fosse.   E seus seguidores / bajuladores não relutaram para  colocar o dito senhor num pedestal.  Até dinheiro arrecadaram para pagar aos adevogados (sic) de defesa.

Enquanto isso o  professor....

O professor que vai para a escola dar aulas, pega ônibus, não ganha quase nada, se preocupa com vários alunos porque conhece a história de cada um, uma história que muitas vezes traz consigo cenas de violência, ou de um pai bêbado, ou desempregado, ou presidiário. Ou ainda tem dó da criança que tem pais ausentes. A criança que cresce “por aí”,  à toa, sem ninguém para olhar por ela. A não ser quem?  A professora.  Muitas vezes o professor é o único adulto na vida daquela criança, o único adulto que ela pode sentar para dividir seus sonhos e suas frustrações.  A professora é muitas vezes a única pessoa que pode transmitir para a criança o gosto pelos livros,  o desejo de lutar para “um dia”  ser “alguém” na vida.  

Alguém que seja “tudo", menos professor. Porque professor ganha pouco. Porque professor no Brasil não é respeitado.

Greve? Está certo ter greve? Está errado ter greve?

A greve é um direito que qualquer trabalhador tem,  em qualquer sociedade democrática.  O Brasil não é democrático.  Se fosse democrático não teria esmagado os professores da forma horrível como fez dessa última greve no Paraná,  e em tantas outras vezes pelo Brasil afora.

Tem greve no Canadá?  Tem sim.  

Tem greve de professores?  Sim,  volta e meia tem greve.

E não esqueçam que aqui, é muito comum que o pai e a mãe trabalhem fora,  e é um país em que ninguém (eu disse NINGUÉM!!!) tem babá ou empregada doméstica “de plantão”, como acontece nos lares da classe média no Brasiu-iu-iu.  

Aqui as crianças saem por uma porta  (o ônibus da escola PÚBLICA vem buscá-las em casa) e os pais saem pela outra para irem ao trabalho.

Com os professores em greve, como fazer?  O jeito é um dos pais faltar ao trabalho ou ainda,  os vizinhos fazerem rodízio,  tomando conta de várias crianças para alternar quem falta ao trabalho naquele dia.

O que é interessante aqui, é que para os professores canadenses, salário não é “tudo".  Eles lutam também por maior autonomia profissional, mais educadores especiais e mais bibliotecárias nas escolas.

Em 2012  cerca de 40 mil professores aqui de British Columbia cruzaram os braços e pararam de trabalhar.  Aconteceram várias manifestações.  Mais de dez mil pessoas se reuniram, aqui em Vancouver, em frente à  Vancouver Art Gallery, para protestar.  Na manifestação compareceram  pais, crianças, professores e outros trabalhadores.  Teve polícia batendo em  professor?  Não.  Não teve.

Todos foram protestar com um único desejo:  Ter uma escola pública cada vez melhor.

Todos aqui sabem que a educação é a base do país e que um país educado será sempre próspero, altamente competitivo, com um alto IDH (índice de desenvolvimento humano) e portanto muito bom para se viver! E isso só se consegue com uma escola pública de qualidade e uma boa educação para todos, independentemente da classe social.

No ano passado (2014), aconteceu mais uma grande greve de professores aqui na British Columbia.  Foram  558 000 estudantes sem aulas durante 5 semanas. Foi uma longa greve (para desespero dos pais... rsrsrs).

Os professores não recebiam aumento desde 2010 e em 2014 tentaram negociar com o governo para que tivessem um aumento de salário. Queriam além do aumento de salário,  uma diminuição no número de alunos em cada turma e também que fossem contratados professores especiais, como conselheiros e ainda que fossem contratadas mais bibliotecárias.

Ao final os professores receberam 7.25% de aumento a ser pago de forma diluída nos próximos seis anos.  O governo concordou em alocar 400 milhões de dólares para contratar novos professores e designou uma verba de 105 milhões de dólares para resolver pendências retroativas.

Tudo sem uma gota de sangue.  Tudo sem uma única bala. Nem bala “de verdade” nem “bala de borracha”. Tudo na base do DIÁLOGO.

E quanto ganha um professor no Canadá?   

Aqui na província de British Columbia, um professor ganha CAD58 500.00 por ano.  Dá mais ou menos R$12.200,00 reais por mês.

Mas... se este mesmo professor tiver mais de dez anos de experiência , o salário dele é de CAD 81 500.00  por ano, o que dá aproximadamente R$17.000,00  (dezessete mil reais por mês).

Note que a nossa província não é a que paga melhor aos professores: Na província de Alberta eles ganham CAD 99 300.00 por ano ou simplesmente...  quase R$21.000,00 por mês.

Aí você começa a comparar… e  começa a entender O QUE É UM PAÍS ONDE EXISTE CLASSE MÉDIA.    Quer saber por que?

Por que aqui um bombeiro (desses que conserta cano, vazamento e tal)  ganha por ano entre CAD 54 000.00 e CAD 74 000.00 (aproximadamente R$15.000,00 por mês).

E um médico? Um médico de família ganha em torno de CAD 109 000.00 mas deste valor ele tem que tirar as despesas com material para exame (luvas, aventais, etc.) e também as despesas com aluguel da sala e com staff (secretária, etc.). Para  escrever este post pesquisei os salários e li um artigo em que o medico de família, depois que paga os gastos com consultório, leva para casa cerca de CAD 60 0000.00

Ou seja, alguns médicos ganham menos que um professor. E um bombeiro / eletricista pode ganhar mais que um médico, ou um engenheiro ou um professor.

Bem vindo a uma sociedade onde todos têm o mesmo peso!

Aqui todos têm o mesmo valor.  

Aqui todos sabem que ninguém sobrevive sem respeitar  e sem remunerar bem os professores.  Aqui a polícia  “não desce a porrada” em professor grevista.

Concordam comigo?  Que tal compartilhar o post com seus amigos do Facebook?   J

Obrigada ao nosso leitor “Anônimo”  que nos pediu um post sobre o tema e nos inspirou a escrever.  


Abraços da Dupla

Escola Pública em Burnaby, British Columbia, Canada

Escola pública em Burnaby, British Columbia, Canada




Update 2017:  O tempo passou e estamos mega felizes no Canadá. Criamos uma empresa de tours onde ajudamos os brasileiros a levarem memórias incríveis da melhor cidade do mundo!  Visite nossa página no Facebook (não esqueça de dar “like”) e fique por dentro das novidades https://www.facebook.com/vancouverbylocals/

23 comentários

  1. Obrigada pelo post :)
    Excelente!
    E vcs estão certíssimos, se professores, desarmados, protestando numa sociedade que se diz democrática (mas claramente não é, o q se viu deve ser comparável a repressões em sociedades ditatoriais), são tratados daquela forma, o desrespeito de fato é com a educação em si, e sem educação um país se torna o q o Brasil está se tornando. Como eu disse, eu trabalho no prédio ao lado da Alep, e estava lá no dia do conflito, e, ainda q eu não tivesse saído (principalmente por MEDO) para efetivamente ver o q estava acontecendo, eu OUVI o massacre. Eu honestamente achei que iria haver mortos. E NUNCA, e, veja, eu tenho vergonha do Brasil diariamente, várias vezes ao dia, mas eu nunca senti tanta VERGONHA como naquele dia, nunca. Foram mais de 200 feridos atendidos na prefeitura de Curitiba por equipes médicas, são dados oficiais das equipes de atendimento. Mais de 30 tiveram q ser encaminhados a hospitais. Fora os que não foram efetivamente atendidos por eles, por serem ferimentos mais leves, e os que foram atendidos no centro médico do Tribunal de Justiça do Pr, cujo número não foi divulgado, mas funcionários do órgão chegaram a usar seus carros particulares para levar feridos a hospitais. Uma vergonha sem tamanho. A gente assiste os noticiários aqui e pensa "não, não pode piorar", e todo dia se surpreende. Mas quem ouviu, nem digo viu, mas ouviu a violência com que professores, entre eles muitas senhoras, idosas, há uma foto de um cadeirante tentando escapar dos policiais, q estavam tentando evitar q um ladrão q quebrou um dos estados mais ricos do país use dinheiro de seu fundo de aposentadoria para pagar a conta, numa urgência q faz muitos pensarem q já usou este dinheiro, só pode sentir nojo. Toda vez q eu lembro daquela tarde eu sinto vontade de chorar. Os deputados q apoiaram o projeto votaram e agiram como se nada estivesse acontecendo lá fora, uma vergonha, os q tentaram se opor e interromper a sessão foram ignorados, um foi atacado por um cachorro da polícia militar por ter saído da assembléia para tentar fazer algo a respeito, um jornalista q filmava a cena foi atacado por um pit bull da polícia militar, uma vergonha! A polícia só parou de soltar bombas nos manifestantes quando 2 senadores da oposição estavam discursando a favor dos professores no caminhão de som, pq neste país a preocupação é proteger os políticos, não professores, q, vc estão certíssimos, deveria ser a profissão mais importante de todas. Há faixas pretas em alguns lugares, e dizeres como luto da educação, e é disto q se trata. Pq independentemente de se concordar com as demandas dos professores (mas, por favor, eu duvido q, se a dilma dissesse q vai usar dinheiro do inss para pagar as contas da corrupção os brasileiros achariam normal, então não vejo pq a paraná previdência deveria servir para isso), com a greve (q, como vcs bem disseram, é DIREITO do trabalhador, por mais inconveniente q isso seja para os pais), e, mesmo, com o fato de umas 3 senhoras terem efetivamente tentado pular desajeitadamente o cerco da PM para ter o direito q lhes foi NEGADO JUDICIALMENTE de assistir a votação de um projeto q lhes prejudica diretamente, a resposta policial (a mando do governador Beto Richa) foi infinitamente desproporcional. Havia milhares de policiais cercando a assembléia, milhares mesmo, inclusive policiais de elite, cavalos, cachorros, etc., conter aquelas 3 senhoras JAMAIS exigiria cerca de 2 horas de bombas de efeito moral e balas de borracha. Ouvia-se a quadras de distância aquele absurdo, aquela vergonha. Foi, honestamente, a coisa mais decepcionante q eu já vi acontecer neste país, e eu não precisava de motivos para tentar imigrar para um país civilizado, mas, se precisasse, teria bastado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com você. É uma vergonha. O Brasil há muito tempo me dá vergonha. As vezes fico aqui pensando aquela música de antigamente “Sou brasileiro.... com muito orgulho...” Já foi tempo....

      Obrigada pela visita ao Blog e por ter nos inspirado para esse post.

      Abraços da Dupla! (e na próxima vez q visitar o Blog coloca uma letra do seu nome ou do seu sobrenome __ uma letra só basta! _ é que ficamos conhecendo um pouquinho mais nossos leitores! :)

      Excluir
    2. esse é Governo do Paraná BETO RICHA, do PSDB, que mandou bater nos professores.com Apoio dos Deputados. pior do que a Ditadura Militar.

      Excluir
  2. Fiquei pensando como seria isso no IuIuIu... além dos choros, gritos, brigas e tudo-pra-mim, as crianças teriam destruído os instrumentos musicais nas primeiras horas. Ou melhor, uma rede de lojas como Long & Mcquade jamais disponibilizaria instrumentos musicais para crianças fazerem barulho numa tenda aberta a qualquer pessoa, num parque público.
    E vamos que vamos pra longe, muito longe do iu-iu-iu! Abraços! Alexei e Thaisa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade Alex, é muita diferença para “contabilizar”....rsrsrs

      Que bom que vcs já estão no Paraíso!

      Abs da Dupla

      Excluir
  3. Eu não acho certo comparar o salário em dólar ou reais. Sabe por que? Porque se um professor ganha aí os brilhantes 17mil/mês que vocês mencionaram, então eles gastam também 9 reais em uma manga, 4 mil reais no aluguel de um apto de 2 quartos. Enfim… é injusto você comparar convertendo. E eu acho muitas vezes desrespeitoso o tom com o que você fala do Brasil. Não precisa nem responder esse comentário, não pretendo voltar aqui pra ler. Ah, e antes que você pense o contrário: sou brasileira e não moro no Brasil.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querida Leitora,
      Sua resposta não está aqui. Está num post escrito exclusivamente para..... você!!!!

      Passa lá!

      http://duplacanadense.blogspot.ca/2015/06/respondendo-uma-leitora-anonima.html

      Abraços da Dupla

      Excluir
  4. Olá estou lendo todos os posts de vcs é so agora resolvi fazer um comentário... Não sou professora mais nada mais justo do que o reconhecimento pelo professor a igualdade só se faz com educação!!! Sou enfermeira e sei que ai nos também somos mais valorizados, E neste lugar que eu quero morar futuramente numa sociedade onde todos tem o mesmo peso pois cada um tem sua importância!!! O médico não sabe fazer o trabalho do bombeiro, do eletricista etc. Cada um com sua importância!!! Parabéns matéria show de bola. Aqui no Maranhão nem se fala nos descaso pq esse é nosso Brasiu -iu-iu

    ResponderExcluir
  5. Meu país me envergonha. Em vários municípios do Maranhão, "terras dos sarneys", por exemplo, o salário do professor, com graduação, é de R$ 920,00 por mês, isso é uma vergonha.
    Justifica-se querer um pais tão desigual ? Tão sem fundamentos e políticas educacionais ? "Sim", pois os que dominam, preferem ver o povão a margem para continuarem a dominação ( intelectual, social, econômica, cultural, política, etc.
    Uma nação sem um verdadeiro comprometimento com a educação, é uma nação refém, que propicia a poucos muitas riquezas e expropria os muitos a dignidade.
    Qual a justificativa, aqui no brasil, por mês, para:
    a) um juiz ganhar R$ 42.000,00
    b) um deputado, com vários "pêndulos", ganhar R$ 60.000,00
    C) um jogador de futebol ganhar R$ 200.000,00
    d) um senador, ganhar R$ 37.000,00 e se aposentar em 8 anos.
    e) Faustão falar abobrinhas e puxar o saco de um e de outro, tipo, " é o melhor ato", etc, e ganhar R$ 500.000,00
    Já o professor ganhar R$ 920,00 reais / mês.

    Tá tudo errado. Infelizmente, poucos são os brasileiros que veem além do nariz, e dentre os que veem ainda existem os que preferem deixar tudo como está, pois lhes favorece. Falta educação e consequentemente engajamento politico do meu povinho.

    Grato pelo post.
    LC CORR.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lucas!

      Obrigada pela visita ao Blog da Dupla!

      O problema é que o Brasil é uma M. Aí no Brasil está TUDO errado. Não são só as discreparias entre os salários de um professor, um deputado e um juiz. Até porque os deputados aí nunca levar “apenas” o salário, como a gente já sabe.

      Uma coisa que eu achei incrível aqui é que quando fomos a Ottawa visitar o parlamento, vimos o lugar onde os senadores estacionam os carros deles. Tem uma área no estacionamento, com a placa “Senators”. Sabe como são os carros??????? Carros comuns! Como o meu, como o seu, como o de “todo mundo”. Alguns modelos bem antigos. Não tem “motorista oficial”, não tem "carro oficial”, não tem porra nenhuma.

      O cara quer ser Senador ele vai lá trabalhar como o carro dele. Imagina se o governo vai arcar com despesas desse tipo? E despesas de moradia como no BR? E as passagens gratis para “visitar a cidade de origem” como no BR?

      O resultado é que aqui no Canadá o dinheiro volta pra gente! A escola é ótima e é publica, a saúde é pública e MUITO MELHOR do que a que a Dupla tinha no Brasil (pagando 3 mil reais por mês pro Bradesco Saúde), o transporte público é fantástico e a segurança é total.

      No Brasil falta tudo e não vejo chance de melhorar porque neo tem ladrão. O juiz prende uns 10 mas tem outros 100 (ou mil ou dez mil) tão ladrões quanto os dez que estão presos.

      Não adianta. A melhor coisa aí ainda é o aeroporto. Pra pegar um voo e não voltar nunca mais.

      Pense em emigrar. Muita gente já veio, muita gente ainda vem e só vejo pessoas felizes aqui com a decisão tomada.

      Evite gastar dinheiro com “consultores” e afins. Quem sabe ler (haha) segue o passo a passo do site oficial do Governo do Canadá sobre imigração e terá sucesso.

      Até porque se a pessoa não conseguir acompanhar o passo-a-passo (muito bem explicado) do site oficial do Governo, terá poucas chances de se dar bem aqui.

      Conte com a Dupla para esclarecer qualquer coisa!

      Abs, boa sorte e.... paciência aí para aturar essa CORJA.

      Excluir
  6. Olá pessoal.
    Comecei a pesquisar mais sobre o Canadá. E percebi que a qualidade de vida é bem diferente daqui do Brasil.
    Não entra na minha cabeça um professor não ser reconhecido. Somos uma classe formadora. Quer coisa mais importante que isso?
    Hoje trabalho em duas escolas, levo serviço pra casa e tenho a minha família. Não reclamo doque faço. Mas a remuneração não anima.
    Quero também qualidade de vida para a minha família.
    Comecei a fazer inglês e daqui uns dois ou três anos após juntarmos dinheiro, iremos embora para o Canadá.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Daniele,

      Você está no caminho certo e tomando a atitude mais sensata! Primeiro o inglês, depois o resto.

      Quando for a época, não gaste dinheiro a toa com “consultores”. O site oficial do governo do Canadá tem TODAS as informações necessárias para quem quer emigrar para cá. Basta segui-las e vir ser feliz aqui.

      Conte com a Dupla para esclarecer qq assunto que a gente saiba e possa ajudar.

      Boa sorte!!!!!

      Excluir
    2. Olá, boa noite!
      Em uma pesquisa que eu estava fazendo sobre o Canadá, cheguei aqui neste blog. Gostaria de saber sobre as graduações no Canadá, como são, se a minha vale (licenciatura em educação física), se posso ser professor no Canadá...
      Por favor quem souber, poste aqui!

      Excluir
  7. Oi, eu gostaria de saber o que precisa ter quanto a qualificação, para ser professor aí. Se funciona com concurso ou QI....Obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aqui não existe "pistolão" nem existe o "quem indicou" nem existe o "sabe com quem está falando".
      Aqui tudo é feito de acordo com a lei.
      Desejamos sucesso!
      Abs da Dupla

      Excluir
  8. Boa tarde. Professor de educação física ou educador físico bacharel e licenciado tem mercado de trabalho no canadá?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aqui é meio complicado porque tem que revalidar o diploma. Infelizmente, os diplomas do Brasil em sua grande maioria precisam ser revalidados para que a pessoa possa exercer a profissão aqui.... Talvez o caminho mais fácil e barato seja vc fazer um mestrado aqui no Canadá nessa área, porque quando acabar o mestrado já era a forma de ter a sua profissão “acreditada” aqui... Boa sorte e obrigada pela visita!!!!!

      Excluir
  9. Quais são as universidades que aceitam professores doutores em engenharia da computação? Aí no Canadá? Existe concurso? Ou não? 😀

    ResponderExcluir
  10. Posso dizer q estou com medo de morar no Brasil, acabo pensando q não temos para onde ir, de um lado violência, roubos, sequestros. .. de outro aqueles q deveriam nos representar, nos defender só roubam. O governo federal fazendo leis e mudando tudo que foi conquistado pelo trabalhador e meu governo local na qual lutei para ter uma formação e passar em um concurso público vem dando a conta de um rombo de mais de 200 milhões que a prefeita e vereadores da cidade desviaram para os servidores pagarem. Então para onde eu fujo?
    Parece q não temos saída.
    Quero ir embora daqui, quero viver em meio aa pessoas decentes, quero q meu trabalho seja valorizado e meus filhos tenham oportunidades.
    Me ajude pf, preciso saber como faço para ir para o Canadá com minha família.
    Grata

    ResponderExcluir
  11. Bom dia dupla sou Pedagoga com Pós Graduação em Orientação Educacional.Gostaria de saber como faço para dar aulas ai, qual seria o caminho mais fácil, preciso fazer algum curso extra? ou validar o meu diploma? ai existe concurso para professores? obrigada pelas informações.

    ResponderExcluir
  12. O Brasil é uma sociedade escravagista. Fomos os últimos a abolir a escravidão. Até pouco tempo ainda existiam ex escravos vivos. O resultado disso é que nossa sociedade discrimina todas as atividades ligadas à produção, que sempre foram atividades de escravos. Por outro lado privilegia os doutores, que no Brasil, historicamente são os que trabalham com a lei e com a saúde (todo o judiciário incluindo todos os politicos e todos os médicos), por isso no Brasil todo mundo aceita essas discrepancias de salarios e beneficios.

    ResponderExcluir

Seu comentário será publicado após nossa aprovação. Obrigada.

Your comments will be published after our approval. Thank you.

You May Also Like