Usando o seguro do carro no Canadá: Diferenças Brasil x Canadá #41

by - terça-feira, julho 21, 2015



Oi pessoal!

Eu devia estar em “greve”  porque vocês têm se manifestado muito pouco aqui nos comentários.... e assim a Dupla fica tristinha-tristinha de ficar falando sozinha....  Buáááá

Vamos participar pessoal!  Conto com vocês mandando aquela “chuva”  de comentários para trocarmos experiências, ok?

Hoje temos mais um ítem da série “Diferenças”: Tudo que é diferente no Canadá quando comparamos com o Brasil.   

Seguro do Carro

Para começar, seguro de carro aqui é obrigatório. 

O carro não sai da concessionária (se for novo) ou não anda na rua (se for usado) se você não tiver seguro.   

Claro, elementar.  Com todo mundo pagando, o seguro sai bem mais barato, sem falar que o transito aqui não é doido como no Brasil,  então a quantidade de acidentes é bem menor.

Roubo de carro não vou nem comentar, não é mesmo?  

Claro, devem roubar um carro ou outro,  mas deve ser um percentual quase igual a zero quando comparado com o Brasiu-iu-iu.  

E vamos combinar que aqui o carro não é “roubado”, ele é apenas “furtado”  porque ninguém (eu disse n-i-n-g-u-é-m) vai meter um revólver na sua cabeça para levar o carro (coisa que já aconteceu, mais de uma vez, com a Dupla Canadense enquanto morávamos na selva  no Brasil).

Ok.   Então você já sabe.  Tem que ter seguro.  

Mais uma diferença:  Aqui o preço (e qualidade) do seguro é igual em TODOS os lugares, porque ele não é como no Brasiu-iu-iu, onde  você compara o Itaú, a Sul América, a Porto Seguro e a rebimboca-da-parafuseta para saber quem vai te dar o "melhor preço".  

Aqui o preço é igual em qualquer lugar  porque só existe uma única companhia seguradora, que é o ICBC  (Insurance Company of British Columbia). 

Os “autoplan”  são apenas corretoras, e você escolhe a que é mais conveniente para você, seja pela simpatia no atendimento, seja  por ser próxima à sua casa,  ou qualquer outro critério de atendimento, mas quanto ao preço, não precisa nem perder seu tempo em tentar encontrar “mais barato” porque o preço será exatamente igual em qualquer lugar.   Entendido?  :D

Aí.... entram uns brasileiros (sempre eles, não é mesmo?) que volta e meia oferecem um “jeitinho”  de pagar menos. Já li sobre essas “ofertas” em vários lugares do Fuçabook.

Vocês sabem que, como diz o ditado,  "não existe almoço grátis”.  

Então o “jeitinho”  dos brazuca-espertos-que-se-mudam-para-o-Canadá-e-se-transformam-em-consultores  é quase sempre fazer o seguro pelo valor mínimo estipulado pelo ICBC (algo em torno de 200 mil dólares).

200 mil dólares contra terceiros???  Ok... é o valor mínimo (limite) que o ICBC aceita.

Mas ninguém é doido de fazer seguro de apenas 200 mil dólares numa cidade abarrotada de Ferraris, Porsches, Lamborghinis, Audis A8, TT, etc etc     

Vocês têm idéia de quanto custa um carrinho desses?  

E se você (toc toc toc)  além de amassar o carro, machucar o dono?   Vocês acham que "200 mil pagam"? 

Não pagam.  Não dá nem para a saída.

Então é por isso que qualquer corretor sério vai recomendar que você faça um seguro contra terceiros de, pelo menos, 1 milhão de dólares.  

Note que, o valor a ser pago pela cobertura aumenta muito pouco, quando se aumenta o valor do prêmio, e você, com certeza, vai dormir melhor à noite, sabendo que está mais bem protegido.

Quem tem seguro no Brasil, se trouxer todos os comprovantes, etc etc etc consegue ter desconto no preço do seguro aqui.   Quem não faz seguro no Brasil, ao chegar aqui paga como se fosse "motorista que tem seu primeiro carro”, embora se você tiver mais de 10 anos de carteira  (mesmo sendo habilitação brasileira), irá  ganhar um pequeno desconto.

A cada ano aqui sem precisar usar o seguro, você ganha um desconto de 10%. Esse desconto pode atingir 40% do valor, a cada renovação.

Dizem que o valor ideal para o seguro contra terceiros é de, pelo menos 3 milhões, sendo que algumas pessoas chegam a fazer de 8 milhões.  A Dupla começou com 1 milhão, e no segundo ano pegamos o dinheiro que teríamos  direito (o desconto) e aumentamos o seguro para 2 milhões,  e, pretendemos, na próxima renovação, aumentar para 3 milhões.  Como diz o ditado, dessa vez em inglês, “better safe than sorry”.

Felizmente nunca precisamos usar o seguro até que....

Um parênteses:  Para quem ainda não mora no Canadá, uma coisa que vocês vão reparar quando chegarem aqui é que as estradas são ótimas, maravilhosas, super bem asfaltadas e com placas em excelente estado de conservação.  Mas.... tem muito movimento de caminhões e também tem muitas pedrinhas, umas safadas que ficam no acostamento e que volta e meia “espirram” no carro.  Você vai reparar que o carro aqui fica cheio de marquinhas dos lugares onde as porras  das  pedrinhas batem.  O meu carro então que é preto.... já tem umas quatro ou cinco marcas,  nas laterais e no capô.

Mas aí....

Outro dia passou um caminhão por perto da gente e ele deve ter passado por cima de uma pedrinha que “espirrou” bem no nosso parabrisa. Fez um barulhão danado mas na hora não notamos nada diferente. 

Só que... tinha dado uma pequena trinca que foi aumentando, aumentando e virou um “trincão” , de uns 20 cm de comprimento em forma de meia-lua.

Fui hoje em duas lojas que fazem reparo em vidros e as duas foram taxativas: Para esse tipo de problema não tem reparo, tem que trocar o vidro todo.

Precinho:   486 dólares.

UAU....

Mas aí ... o carinha da loja pediu para ver a minha apólice de seguro.  Mostrei.

Felizmente, está escrito que nós temos uma cobertura compreensiva para o caso de ter os vidros quebrados (que legal, eu nem sabia disso!!!) e que pagaremos apenas 200 (valor da franquia) e o saldo será pago pelo ICBC.

Mais uma diferença: O senhor da loja então perguntou a que horas eu quero que o serviço seja feito. 

Escolhi amanhã às 9 horas e ele disse que estará me aguardando, e que a firma deles vai me deixar com um carro cortesia para ser usado  enquanto eles fazem o serviço, e que deverá ser concluído em aproximadamente três horas.

Então....  sabe aquele coisa do Brasil de pegar orçamento com não sei quantas oficinas, correr atrás do seu corretor de seguros que sempre está disponível na hora da renovação mas que na hora que você precisa dele,  ele desaparece, e depois ficar esperando a boa vontade da seguradora para ela “aprovar”  o conserto????

Sabe aquela coisa de  depois ter ainda que esperar o fiscal da seguradora passar na oficina para dar o “ok inicial” e depois passar novamente para “liberar o veículo” ???


Sabe todos os problemas que você tem no Brasil?   

E-S-Q-U-E-C-E.    

No Canadá é simples assim: Tudo na hora, tudo com atendimento impecável.

E claro, nunca  (NUNCA) no Brasiu-iu-iu  um carro fica com o serviço pronto no mesmo dia em que entra na oficina, o que dirá em algumas horas.  

Detalhe: Perguntei ao senhor da loja se eu vou perder o desconto por estar usando o seguro e ele respondeu:  “Claro que não, uma pedra que cai no vidro não é imperícia sua. Seu desconto vai permanecer como se o seguro não tivesse sido acionado”.

Uau!  I love Canadá

E vocês que ainda estão aí no Brasiu-iu-iu  (tadinhos! mas estamos aqui torcendo por vocês) por favor respondam:  Seguradora cobre vidro quebrado? Como foi o atendimento quando vocês precisaram recorrer à seguradora de veículos?  

Essa a experiência aqui em Vancouver e gostaria que os leitores de outras províncias contassem um pouquinho como são as coisas no  local onde moram!  Uma rede de informações pode ser legal para todos, não é mesmo? 

Abraços da Dupla!  E se quiserem compartilhar o post no Fuçabook de vocês, fiquem à vontade.... tsc tsc tsc    :D


Update 2017:  O tempo passou e estamos mega felizes no Canadá. Criamos uma empresa de tours onde ajudamos os brasileiros a levarem memórias incríveis da melhor cidade do mundo!  Visite nossa página no Facebook (não esqueça de dar “like”) e fique por dentro das novidades https://www.facebook.com/vancouverbylocals/

33 comentários

  1. Em Ontario vale pesquisar pelo menor preço, existe uma boa diferença entre uma seguradora e outra. Nunca precisei acionar o seguro, portanto, não sei como seria.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Marlon, se você não se incomodar.... explica melhor? Aí são várias seguradoras? Aqui temos uma só, a CIBC, que é o próprio governo. Se você puder explicar mais eu posto aqui , ou crio um novo post falando sobre a província de Ontário.

      Tem muita gente saindo do Brasil-iu-iu e vindo para o Canadá e se a gente puder ajudar dando o máximo de informações, será ótimo! :)

      Obrigada!!!!

      Abraço grande da Dupla

      Excluir
  2. Olá dupla...gostei da dica de levar os comprovantes do seguro feito no brasil. Faz somente dois anos que tenho seguro e de certa forma sempre fui bem atendido, pelo suporte, guincho e pelo meu corretor também. Uma vez uma pedra também bateu no vidro dianteiro e tive de trocá-lo. Como troca de vidro estava na franquia só tive de ligar na oficina para marcar o horário e eles fizeram na hora. Não lembro se carro extra era coberto, mas o serviço foi tão rápido que nem saí da oficina. Fiquei lá mesmo esperando. Ah e essa troca de vidro e o guincho também não interferem no valor da próxima renovação. Maaaaas tem um detalhe, eu moro no interior de SP então os serviços desse tipo costumam ser mais rápidos que nas grandes capitais, onde o corretor atende um zilhão de clientes e as lojas se é que marcam horário de atendimento, a espera pode ser de muitos e muitos dias, sem contar que seu carro pode ficar por lá por dias também. Quanto ao preço, achei justo. O valor do para-brisa era de umas 300 dilmas e eu paguei só 120...menos da metade. Pelo que dizem ai a franquia reduzida não compensa o risco pelo fato de o prejuízo em caso de sinistro ser fatal financeiramente. Aqui, eu já vejo que a franquia reduzida não compensa, mas porque a diferença de valor da franquia normal e da reduzida é pequena. Pra mim este ano era de no máximo uns R$300 de diferença. Ou seja, com +300 dilmas você tem uma cobertura muito maior.
    Abraço e continuem postando as diferenças Canadá x brashell

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Wow!

      Brashell, adorei! kkkkk Vou PLAGIAR! kkkk

      Abs da Dupla

      Excluir
  3. Eu precisei trocar o vidro do parabrisa tb por causa de uma pedra, mas q, aqui, obviamente, caiu de um caminhão caçamba aberto, e, salvo engano, com o seguro, só precisei pagar uma franquia de 100 reais e eles vieram na minha casa fazer. Mas, quanto ao resto, dá vontade de chorar. Gente sem seguro (até sem carteira!) dirigindo por aí, furando sinal vermelho ou preferencial, e fugindo, ou fingindo q se responsabiliza e depois não atendendo o telefone é o q mais tem. Isso qdo não machucam ou matam um inocente. Quando o carro é mais velho/acabado, temos de cuidar ainda mais, pq essas pessoas são sempre mais imprudentes (nada a perder, aparentemente!). Sem falar nos furtos e assaltos, uma selva, sem dúvidas. C.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não sei onde voce mora mas no Rio, as pedras não caem só das caçambas de caminhões. Também são arremessados paralelepípedos do alto das passarelas da Linha Amarela. Não acontece “todo dia”, mas já aconteceu váááárias vezes......

      Abs da Dupla e obrigada pela visita ao Blog! :)

      Excluir
  4. Olá dupla, ótimo post!!!!

    Esse realmente me deixou animado, rsrs, como pretendemos comprar um carro assim que chegar em "Winterpeg", pois tenho uma criança pequena e, convenhamos, enfrentar -30ºC num ponto de ônibus sem aquecimento com uma criança de 4 anos, não deve ser nada agradável (pra ninguém), rs, achei interessante, pois já estava pensando como faria pra encontrar o seguro mais barato e estava pesquisando pra saber se assim como o College, imigrantes pagariam mais caro.

    Graças a Deus nunca precisei acionar seguro aqui, mas no final do ano passado meu irmão bateu o carro no dia 15/12 e como ele iria viajar no natal, ficou pressionando a seguradora, mesmo assim, o carro só ficou pronto no dia 26/12 às 20h, e pq o dono da oficina é amigo nosso e colocou os funcionários pra trabalharem até tarde pra agilizar o serviço se não eles só entregariam depois do recesso de final de ano, por volta do dia 05/01.

    Aproveitando, veja se consegue ajudar... então cada província tem sua companhia seguradora, correto? Esse preço e as condições seriam então tabelados entre as províncias também ou cada província tem sua política de seguros?

    Parabéns pelo post.

    Forte abraço

    Bye

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rafa,

      Só fica de olho para ver se em Winterpeg (haha) é que nem em Raincouver. rsrsrs Conforme falei no post, cada província tem suas próprias normas. Aqui a “seguradora” é uma só (a CIBC, que é do governo). Não sei como é em Winterpeg. Dê uma olhada na página oficial da província, aqui na web, e com certeza deve ter um tópico sobre as normas lá.
      Obrigada pela visita ao blog e pelo elogio ao post!
      Abs da Dupla

      Excluir
  5. Oi, Dupla! Tudo bem?

    Seu post diz muito mais sobre o Canadá do que muitos imaginam! Acho que o mais importante é o fator responsabilidade individual na resolução de problemas cotidianos e até a diminuição da impunidade (se eu explicar muito a coisa vai ficar longa!), pois imagino que essa cobertura para terceiros não inclui só o dano à propriedade, mas também à pessoa. Estou certo? Aqui no Brasil pensa-se muito no custo de consertar o outro carro. Mas e o cara que tem que ficar a pé quando teve o carro danificado? Pior! O caso de dano corporal! Imagine impossibilitar um pai de família de trabalhar e deixar o cara por conta do INSS! Um seguro assim não resolve todos os problemas, mas torna as coisas um pouco menos difíceis e principalmente diminui a intromissão do estado.

    Em Banânia vc tb é obrigado a ter seguro (vc esqueceu daquele seguro obrigatório fajuto que temos que não serve pra nada!). Além dele, o sujeito que não é burro tem que tb fazer mais um seguro, dessa vez o que serve para alguma coisa.

    Sem dúvida há vantagens em ter um valor único, mas como um grande amante da liberdade, sou a favor da concorrência total. Mais isso é uma outra discussão.

    Sobre a cobertura de vidros, algumas corretoras oferecem como "extra" (pagando mais) cobertura para vidros e faróis com franquia menor para este caso específico. Já contratei, mas nunca utilizei.

    Aqui a resposta das corretoras à sinistros varia. Algumas podem te arrumar um grande problema mais sinistro do que o próprio sinistro e outras podem funcionar melhor. Minha esposa teve um sinistro no ano passado que foi muito bem solucionado pela Sulamérica. Fiquei até impressionado!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uau! Banânia! Adorei! Caramba.... num único post aprendi mais dois apelidos! O Brashell e a Banânia! Vou plagiar os dois! hahaha

      E nós... quando morávamos em Banânia, numa das vezes em que colocaram o revólver na nossa cabeça e levaram o carro, a p*** do carro apareceu 4 horas depois todo destruído por dentro (arrancaram painel e toda a forração, só de sacanagem) e nós tivemos que pagar a franquia! Que era alta (3000 reais) para poder ter o seguro um pouco mais barato... E olha.... isso já tem anos. Nem sei quantas dilmas isso custaria hoje.... Banânia-de-Hell !!! LOL

      Abs da Dupla

      Excluir
    2. Eu já tô plagiando mesmo. Huahuahuahua

      Diz uma coisa. Qual o custo médio de um seguro de um carro comum, de dia-a-dia? Não precisa dizer o da Ferrari da Dupla. ;)

      [ ]!

      Excluir
    3. HAHAHAHAHA Ferrari da Dupla, é???? Então não vai passar de ano. Não prestou atenção no texto. km A Dupla falou que tem um carro prêto... e o da foto é vermelho! haha

      Olha, a gente tem um Toyota Rav4. O seguro custou aprox 2500 CAD. Não tenho o valor “exato” pq a apólice tá lá embaixo, no carro, mas é por aí. Mas como falei no post, a gente ainda não atingiu os tais 40% de desconto por não usar.

      Excluir
    4. Saiu um “km” aí sem nada a ver. Era pra ter sido mais um “kkk” . :)

      Excluir
  6. Que sonho de país! Estou adorando os posts e parabéns pelo belo trabalho. :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Tiago! Parece que não é esse paraíso em todo lugar. Por favor leia a experiência de um outro imigrante, falando diretamente de Ontário.

      Uhuuuu..... a Dupla está ficando chic! Já temos um correspondente em Ontário! Cadê os outros correspondentes? SK ??? (SK vai abreviado porque eu não aprendi a escrever o nome até hoje.... #vergonha) Cadê os correspondentes de Quebec ??? :)

      Abs da Dupla

      Excluir
  7. "sem falar que o transito aqui não é doido como no Brasil, então a quantidade de acidentes é bem menor."

    Olha... vou te confessar que aqui onde eu moro - estou em Ontario - não está bem assim não, Dupla. Cheguei esperando outra coisa. São muitas infrações de trânsito por metro quadrado. Desrespeito claro às rules of the road. Basta sair à rua pra ver alguém aprontando ao volante... é gente virando à direita no sinal vermelho quando o farol tem uma placa de "no right turn on left"... é maluco fazendo pega na rua de casa... é gente invadindo a faixa exclusiva para ônibus (às vezes está de carro esportivo, acelera pra se exibir e depois joga pra faixa certa no meio dos carros)... é gente saindo de driveway e entrando na sua frente de forma perigosa (não sei como tira carteira)... excesso de velocidade... ciclistas trafegando na contramão... os DJs ambulantes que andam de carro com o volume "no talo" para incomodar quem está próximo e não tem nada a ver...

    A cidade, que é antiga e por isso ficou pequena para tantos carros, tem alguma culpa por esses problemas. Está na cara que pelo menos o centro já deu para carros e as pessoas precisam encontrar outras soluções (e várias têm abolido o carro próprio para andar a pé, de bicicleta ou de transporte coletivo). Mas os motoristas são os grandes culpados, sem sombra de dúvida. Não têm razão nenhuma para fazer certas coisas que fazem.

    Vejo acidentes com bastante frequência... graças a Deus são pequenos e ninguém morre... mas as pessoas se machucam. E tudo isso assusta porque é o Canadá... Está com alguma cara de Brasil, pelo menos nesse ponto. Eu esperava um trânsito melhor organizado e menos caótico.

    O trânsito tem sido minha maior decepção aqui.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Putz, eu não imaginava isso. Aqui o trânsito é bem tranquilo. Legal isso das pessoas de outras províncias relatarem as experiências! Serve para quem está vindo, par anda ter uma falsa idéia do Canadá.
      Como digo sempre, o Canadá é muito grande e as regras são muito diferentes em cada província... então tudo modifica. Recomendo aos que ainda não emigraram que façam uma grande pesquisa antes da grande viagem! :)
      SUPER thanks pela visita ao Blog e pela participação!
      Abs da Dupla

      Excluir
    2. Bacana seu relato anônimo!

      Sigo vááários blogs e fóruns sobre o Canadá e percebi que as pessoas quando ainda estão no Brasil vislumbram um paraíso, ficam cheios de expectativas, por conta dos relatos maravilhosos que aparecem por aí... Só que se esquecem que esses relatos são opiniões particulares e dependem muito das circunstâncias, por exemplo, tenho um amigo que morou em SP Capital por uns 20 anos e nunca foi assaltado (estranho né?) então pra ele SP não traz lembranças tão ruins assim, mas nem por isso deixa de ser perigosa, etc...

      Eu vou ano que vem pra Winterpeg, mas já sabendo que está entre as cidades com maior índice de violência do Canadá, claro que a violência lá é considerada alta para os padrões canadenses, mas pra quem conhece o Brasil, aquilo é o céu na terra, mas mesmo assim, não fico criando expectativas, sejam elas positivas ou negativas. Claro que temos que nos preparar, pesquisar e muuuuito, ter o pé no chão, mas ter consciência que estamos lidando com seres humanos, e dessa bendita espécie podemos esperar qualquer coisa... né?

      Vixi, ficou grande d+, rsrsrs, desculpe dupla, mas não tinha como expressar minha opinião pela metade, heheheh.

      Abraço

      Excluir
    3. Rafa,

      Aqui nesse Blog quem manda é o leitor! :D Escreva o quanto quiser, sempre que tiver vontade! Essa troca de experiências é ótima para todos!

      Abs da Dupla

      Excluir
    4. Sou o anônimo que postou sobre o trânsito... e só dando uma resposta aqui, minha mulher quase foi atropelada um dia, por volta de meia-noite. Caminhando por uma das principais ruas da cidade, atravessando uma rua transversal com o sinal verde para pedestres. Eu estava atrás levando o nosso carrinho de compras, e vi o carro vindo em alta velocidade. Pensei: "não vai parar" e o carro veio vindo, veio vindo... quando o motorista a viu, brecou com força e não a atropelou... mas foi por muito pouco. Eu, que vi tudo, fiquei em choque...
      Todos os dias vejo infrações à lei de trânsito MESMO, e da parte de motoristas, pedestres e ciclistas. Agora há pouco, voltando do fitness club, eu estava esperando o sinal abrir para pedestres para atravessar a avenida e um cara que estava à frente foi atravessando no vermelho mesmo. Uma mulher veio de carro e teve que frear para não atropelá-lo. Olhou pra ele com cara de "hein?". Imagina se viesse algum outro carro atrás... podia dar uma m&*@# geral. É isso!

      Excluir
    5. Este canal aqui mostra alguns exemplos, Dupla. Numa das cidades mais bonitas do Canadá, com pessoas adoráveis... mas que quando pegam o volante se tornam monstros... e isso é gente da cidade que fala... este que escreve não inventou... https://www.youtube.com/user/ottawadrivers/featured

      Excluir
    6. Anônimo,

      Eu dei uma olhada em alguns vídeos desse canal que vc indicou, e achei que até as contravenções são mais "educadas" do que as do Brasil, pelo menos foi a impressão que tive, rsrs

      Por exemplo, o motorista não parar em um four way stop, só que não vinha carro algum em nenhuma das outras vias, então entendi que foi excesso de confiança, ou algo do tipo...

      Com certeza vc já deve ter visto coisas bem, piores do que isso, mas sinceramente, achei as infrações mais "suaves" do que as que ocorrem por aqui.

      Abração...

      Excluir
  8. Adoro essas comparações...realmente, Canadá é outro nível ne kkk

    Juliana K

    ResponderExcluir
  9. Recentemente eu tive meu retrovisor quebrado por uma moto que andava no corredor, aquele nosso jeitinho (e talvez indiano tb) de andar de moto.
    Não perdi bônus e a franquia foi MUITO mais barata que o retrovisor.. Pelo que lembro, o vidro é o mesmo esquema.

    Claro que demorou várias dias e tudo o mais... XD

    ResponderExcluir
  10. Legal! Os posts são inspiradores. Estamos curtindo bastante todas as suas experiências. Estamos querendo ir pra lá no ano que vêm. Talvez Vancouver. Se puder entrar em contato!

    Olá Canadá - Viagem & Turismo!

    Abraços,
    Dan & Jo

    ResponderExcluir
  11. Dupla acabei de descobrir o blog de vcs e estou amando!!!! Vou continuar lendo td! Parabéns!

    ResponderExcluir
  12. Só uma correção: não existe seguro CONTRA terceiros. (Ou vc contrata o seguro para agredir alguém?)

    O correto é seguro para terceiros ou de proteção de terceiros. Contra, não é.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pela visita ao Blog e por corrigir a Dupla! Caraca...sempre falei errado mas realmente faz todo sentido sua observação!

      Mantive o texto errado mas deixo sua observação aqui pois assim chama mais atenção e pode ajudar outras pessoas!

      Super obrigada, colabore sempre que puder, é muito legal ter esse retorno dos leitores.

      Abraços e sucesso!

      Excluir
    2. Xi Anônimo.... Fiquei tão preocupada em ter "falado / escrito errado" durante muito tempo e fui pesquisar.....

      A Dupla tá certa!!!!!!' Ehhhhhhh

      É seguro COBTRA terceiros sim! Se vc colocar no Google vai ver assim no site de todas as seguradoras e também em matérias de jornal como essa do O Globo:
      http://m.oglobo.globo.com/economia/defesa-do-consumidor/barato-seguro-de-danos-contra-terceiros-tem-cobertura-limitada-15939012

      Abraços da Dupla

      Excluir
    3. **** CONTRA ( no texto acima, estou no iphone e é + difícil controlar o teclado!)

      Excluir
  13. Olá! adoro o blog de vcs!!
    O seguro é individual ou é do carro?
    Obrigada e parabéns!

    ResponderExcluir
  14. Olá dupla,
    A algum tempo venho pesquisando sobre viver no Canadá, estava com planos de mudança para os EUA mas tudo mudou e movemos nosso foco para o Canadá. Gostaria da ajuda de vocês, aproveitando o assunto dessa postagem que fala sobre seguros, sou corretor de seguros no Brasil, não tenho SUSEP e utilizo a o registro de outro corretor, mas trabalho a mais de 25 anos no ramo e gostaria de saber como é o trabalho de corretor de seguros no Canadá, estou tentando encontrar algum corretor de seguros Brasileiro trabalhando em alguma provincia do Canadá mas sem sucesso, até se possível estarem me indicando o contato de algum eu agradeceria. Mas se puderem pesquisar sobre a profissão de corretor de seguros eu agradeceria.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Anônimo,
      Desculpa mas eu não faço idéia... o melhor deve ser você olhar no sire do consulado do Canadá em São Paulo, mas sem querer desanimar você eu creio que é difícil você ser corretor aqui porque é corretor no Brasil. As leis e regras são completamente diferentes... aconselho você entrar em contato com o Consulado do Canadá em São Paulo e se informar.
      Boa sorte!!
      Cecilia (Dupla Canadense)

      Excluir

Seu comentário será publicado após nossa aprovação. Obrigada.

Your comments will be published after our approval. Thank you.

You May Also Like