O Fogão e o Engenheiro. No Canadá.

by - sexta-feira, agosto 28, 2015


Estranharam o título do post?  “O Fogão e o Engenheiro”... Será que a Dupla pirou?   Não... nada disso...

A estória aconteceu aqui em casa e eu acho importante compartilhar com vocês.

Como tenho falado, nesse papo de “largar tudo” e “Ir para o Canadá” existem muitas pessoas que têm um "real interes$$e" que mais pessoas venham  / tentem vir para o Canadá, pois assim vendem mais "serviços de consultoria",  fazem mais filmes no Youtube para ganharem seguidores / assinantes na expectativa de ganhar um “dinheirim” no final do mês... e por aí vai...

O post de hoje não tem o objetivo de convencer você a vir para o Canadá, e também não tem o objetivo de jogar uma ducha de água fria nos seus planos.  Pelo contrário, se você tem o sonho de emigrar para o Canadá, corra atrás do seu sonho e tente viabiliza-lo, mas sempre com os pés no chão.

Primeiro:
Se você é engenheiro, arquiteto, designer de interiores, médico, dentista, fonoaudiólogo, psicólogo, advogado, etc etc etc etc etc etc saiba desde já que ao chegar aqui você não é nada.
Traduzindo: Você não é p*** nenhuma.

Você não vai conseguir um emprego baseado nos seus diplomas e títulos porque você não vai poder exercer a profissão enquanto não revalidar o seu diploma,  enquanto não for inscrito no Orgão de Classe da sua categoria __enquanto não obtiver o seu registro profissional, etc, etc, etc (e coloca "etcetera" nisso...).

Por exemplo: Um dentista.  Pode ser o mais competente dos profissionais, pode ter “quinhentas” especializações no Brasil mas... para exercer a profissão no Canadá será preciso prestar muitos exames (caros e difíceis) até ser aprovado, ter o diploma reconhecido,  para aí então poder olhar a boca de alguém.  Antes disso?  Nada. 

Ou, você se formou em medicina, é especializado em oftalmologia, tem um mega consultório super bem montado na selva  no Brasil, onde você é o craque das cirurgias de catarata, miopia, etc etc.

Vem para o Canadá.  Sabe o máximo que você vai conseguir ser aqui???  Optometrista, e assim mesmo depois de uns cursos e umas provas.

Para ser oftalmologista?  Coloque aí vários cursos de especialização (caros) e muitas e muitas provas.

Ou seja... apesar de ser “especialista" no Brasil, você aqui não chega como especialista.  Isto será um título a ser conquistado.

O que é o Optometrista?  É muito pouco, comparado com o especialista. O Optometrista  é aquele que vai colocar as letrinhas para ver se você precisa de óculos e dar a prescrição da receita; vai ainda verificar a pressão ocular e fazer um exame geral para ver se você tem algum problema.  Caso o optometrista encontre um problema. ele irá encaminhar o paciente para o especialista.

Viram como é complicado?  Não basta ser o “phodão” no Brasiu-iu-iu porque ao chegar aqui tem que conquistar o título novamente, e isso custa dinheiro, tempo, etc etc etc.

Outro exemplo:  Arquitetura.  Tem que prestar exames, etc etc para poder trabalhar como Arquiteto. Senão...  nada feito.  Não pode nem dizer que é arquiteto.

Designer de Interiores?  Aquela profissão no Brasil em que qualquer madame que se  acha com bom gosto sai falando para todo mundo que é “Designer de Interiores” e com isso faz obra, publica fotos na revista e tal e tal.... HA HA HA ...   Aqui se fizer isso vai presa, por exercício ilegal da profissão!!!

Designer de Interiores aqui tem que fazer provas, se inscrever na Ordem, manter o título atualizado (com exames periódicos e mais isso e mais aquilo).

Isso se repete em praticamente todas as profissões.

Até para ser babá aqui é preciso curso e certificado.  Porque as babás são obrigadas a terem conhecimentos de primeiros socorros, etc e tal.  Atitude que eu, particularmente, acho certíssima, pois é muita irresponsabilidade entregar um bebê na mão de uma pessoa que pode ser boazinha / gostar de crianças mas que não vai saber como agir caso a criança sufoque / engasgue / engula um botão ou outras coisas mais complicadas.   A babá aqui tem que saber lidar com emergências e precisa ter um certificado para exercer a profissão.

O exemplo é para vocês notarem até que ponto vai a exigência de cursos, certificados, inscrições, etc.

Parece exagero mas não é.  Aqui, até para ser recepcionista numa clínica tem que ter um curso, um treinamento.  Aqui “boa vontade” e “simpatia” não são suficientes.

Mesma coisa para quem é formado em Educação e  deseja dar aulas, mesmo que sejam aulas na pré-alfabetização.  Sem revalidar o Diploma e fazer vários cursos de especialização? Esqueça. Além disso o processo de certificação é looooongo e mega difícil.

Quem eu acho que se sai melhor nessa?  Creio que os profissionais de TI.  As empresas contratam os profissionais pela sua capacidade, e as exigências de revalidação de diplomas etc são mais brandas, ou até inexistentes, bastando que o interessado tenha, de fato um Diploma válido e autenticado pelos orgãos daqui e, é claro, muito conhecimento na área de atuação.

Onde o “bicho pega”  são em todas as profissões ligadas à área da saúde (incluindo fisioterapia, enfermagem, etc) e ainda as Engenharias,  Arquitetura, área de Direito, etc


É um caminho longo. É um caminho caro.

Dá para fazer? Claro que dá.

Há vários profissionais aqui que já passaram por tudo isso e hoje exercem a profissão de origem.

A Dupla conhece vários, e caso vocês tenham interesse, deixem nos comentários qual a área / profissional que vocês gostariam que fosse entrevistado e eu posso fazer posts específicos com perguntas diretas a cada um deles.

Então.... por que “O Fogão e o Engenheiro”?

Porque aqui no Canadá quando a gente aluga um apartamento ele já vem com todos os eletrodomésticos.  (olha aí a "Diferença # 45”!!!) e o fogão daqui de casa pifou.

Eu liguei para a proprietária e ela mandou um profissional vir aqui ver se tinha conserto ou se ela teria que mandar jogar fora e colocar outro.

O rapaz chegou, super boa aparência, inglês maravilhoso (ele já está aqui há 5 anos, vindo do Irã).  É Permanent Resident, aguardando para ser cidadão.

Desmontou  o painel do fogão (a maioria dos fogões em apartamentos são elétricos __ e este o caso aqui em casa).

Começamos a conversar  e ele então me contou que é formado em Engenharia Civil, tem muita experiência,  mas aqui no Canadá não encontrou nenhum emprego como Engenheiro _ nem na área de custos / administrativa das empresas de construção _  e por isso ele trabalha como eletricista!

Eu perguntei por que ele não faz os cursos e tira a certificação e ele respondeu que não é bem assim... e então me contou que os cursos são muito caros, as provas também etc etc e que, tendo uma família para sustentar ele não pode se dar ao luxo de "só estudar" porque ele precisa trabalhar.

Ele falou ainda que sente muita falta de atuar na real profissão, mas que prefere continuar como eletricista aqui do que voltar a ser engenheiro na terra dele,  mas... disse que ele não está  feliz,  pois ele imaginava que as coisas seriam diferentes”.

Então é isso.  Não quero colocar água fria no sonho de ninguém, pelo contrário, eu quero que todos venham para cá.  Eu amo o Canadá tanto que nem sei explicar __  devo ter sido Canadense em outra encarnação (rsrsrs).  Amo Vancouver.  Torço para que todos que sonham com o Canadá consigam vir para cá e que sejam super felizes aqui.

Mas... estudem muito o assunto, vejam todas as possibilidades.

Talvez (eu disse talvez) uma atitude “sábia” para pessoas das áreas que mencionei, seja vir para fazer um Mestrado ou um Doutorado aqui, porque aí sim, quando você termina o curso você já tem, automaticamente o seu Diploma / Especialidade reconhecidos.

Eu creio ser o caminho mais seguro para poder depois exercer a profissão, mas sei que é um processo caro. A UBC, por exemplo, aumentou o preço da anuidade dos alunos internacionais em 20%,  porque estão enfrentando uma crise financeira com a saída do Reitor além de  uma diminuição no repasse das verbas do governo e uma diminuição nos valores recebidos como doação (dinheiro dos “sponsors”).

Por isso acho importante que planejem cada passo, antes de “largar tudo”, “vender tudo” e se aventurar numa estrada onde os obstáculos não são conhecidos.

Leiam muito, mas leiam as páginas OFICIAIS do Governo do Canadá e das Associações de Classe.   Leiam ainda os websites das profissões de vocês (Associação dos Médicos, dos Advogados, etc)... Vejam como são as provas, quando elas acontecem, quanto custam etc etc etc

Caso vocês tenham perguntas, não se acanhem.  O que eu souber responder eu falo, o que eu não souber eu vou pesquisar e publico aqui. E se você que está no Canadá e já passou por esses “perrengues” todos quiser compartilhar a sua experiência, por favor use os comentários! Pode ser que seja útil a muita gente! :D

Boa sorte a todos e caso queiram compartilhar o post no Facebook, etc, fiquem à vontade.  Pode vir a ajudar uma família  a não tomar uma decisão precipitada, não é mesmo?

Update 2017:  O tempo passou e estamos mega felizes no Canadá. Criamos uma empresa de tours onde ajudamos os brasileiros a levarem memórias incríveis da melhor cidade do mundo!  Visite nossa página no Facebook (não esqueça de dar “like”) e fique por dentro das novidades https://www.facebook.com/vancouverbylocals/

24 comentários

  1. Oi. Parabéns pelo texto.
    Temos que saber a realidade.
    Eu gostaria de saber sobre a enfermagem.
    Sou enfermeira no Brasil há 8 anos.
    Obrigada.
    Abraços Raquel

    ResponderExcluir
  2. Os brasileiros estão precisando de um pouco de fantasia e Disneylândia, Dupla, com a vida sofrida do Brasil. Só que... contos de fada não existem.
    Acho interessante perceber que a minha carreira - músico -, tão desvalorizada no Brasil, pelo menos nesse ponto traz essa "facilidade"... Não precisa revalidar nada, embora estudar seja sempre bom. Basta fazer o que já fazia por lá: ir à luta pelas oportunidades. É difícil em qualquer lugar, é tudo mais ou menos igual e lá vamos nós! E ainda dá pra abrir o leque trabalhando em áreas correlatas.
    Tenho pra mim que se a pessoa tem uma carreira estabilizada no Brasil e vem para cá pensando em qualidade de vida, baixa criminalidade... e oportunidades fáceis, principalmente lendo os blogs e relatos do pessoal de TI (sendo que agora o funil da imigração apertou geral pra eles)... é melhor pensar 500 vezes antes de vir para o Canadá. Planejar muito e cuidar do orçamento pra segurar os primeiros dias. Do contrário, o sonho vira pesadelo.
    Aí a gente fala isso nas redes e o povo diz que a gente tá jogando pra baixo. "Depois não digam que eu não avisei..."

    ResponderExcluir
  3. Adorei mais uma vez, Dupla! Essa é a real...e é muito importante chegar essas informações para as pessoas que acham que é simplesmente mudar de país e pronto. Tudo garantido! Mas não é bem assim.
    Eu e meu namorado estamos no processo Self-Employed pois ele é fotógrafo, você tem alguma informação sobre essa área? Ele teria que ter algum certificado? Procurei na internet, mas não consegui informações.
    Parar na frente do computador e ler seus posts, me dá um respiro, é o meu momento "Presente" do dia...pois é quando eu me conecto com o meu futuro...Aí...no Canadá, em Vancouver!!! Se Deus quiser, ano que vem estaremos aí! ;-)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. http://www.canadaselfemployed.com

      Excluir
  4. Olá, gostaria de saber se vocês têm informação na área de Medicina, que é o caso do meu noivo, Ele jáa é especialista no Brasil mas está disposto a "dar um passo pra trás" e fazer nov residência, mas tem lido que até isso é bem complicado. Conhecem alguém que possa ajudar? Obrigada! =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Paula,

      Sei que é bem complicado sim, mas vou entrevistar dois médicos que eu conheço e descrever a experiência deles, ok? Fique ligada na “Rádio Dupla” (rsrsrs) e qualquer hora dessas o post irá ao ar!

      Abs e sucesso! :)

      Excluir
  5. ola dupla!!!..como sempre um post muito interessante!!! vcs estão por dentro da area de fisioterapia por ai??? eu vi que é complicado a validação, então pensei em fazer um curso vocacional para trabalhar na area pelo menos como assistente..não sei..rs, se houvesse algum profissional deste setor comentando seria muito interessante..grande abraço,.

    Marcelo B.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem fisioterapeutas brazuca aqui sim, inclusive eu conheço uma super-ótima. Vou perguntar se ela toparia dar uma entrevista aqui para a “Rádio-Dupla”. Aguarde! :)

      Excluir
  6. Respostas
    1. Olá Ricardo!

      Obrigada pelo comentário no Blog! E por passar a seguir a Dupla! :)

      Super legal você dar seu depoimento aqui! Também concordo que colocar todos os profissionais no mesmo patamar seja uma excelente iniciativa, e é importante que as pessoas que estão planejando emigrar para o Canadá tenham consciência desse processo!

      Abs e muito sucesso!!!

      Dupla

      Excluir
    2. Ricardo, bom dia!
      Vi seu comentário aqui e fiquei MUITO curiosa. Sou Engenheira Civil e vou tentar o Express Entry ano que vem. Estou em contato com a APEGA para revalidação do meu diploma e vi inclusive que eles aceitariam minha experiência (6 anos) sem a experiência canadense. Você passou por este processo? Teve sua experiência avaliada junto com seu histórico e teve de fazer prova técnica? Estou APAVORADA com a idéia dessa prova. In the meanwhile, você conseguiu trabalhar em algo relacionado à sua área?

      Dupla, vocês são 10 e estão me ajudando muito. Deus os abençoe!

      Excluir
  7. Hoje soube de seu blog e estou achando muito bom, principalmente para saber como as coisas realmente são.

    Sou formado em Engenharia Industrial em uma faculdade do Chile e tenho nacionalidade chilena, imagino que a postura do país é a mesma independente se sua origem, mas se líder confirmar eu agradeço.
    Tenho curiosidade em saber em que vcs trabalham, embora esteja lendono blog e talvez vcs já tenham falado antes agradeço o retorno.

    Parabéns ...

    ResponderExcluir
  8. Boa noite! Muito boas as informações e estou adorando o senso de humor! Sou nutricionista e meu marido engenheiro mecânico. Queremos viver em Vancouver, e estamos preparados para trabalhar em outras coisas, inicialmente. Poderiam entrevistar os profissionais que imigraram destas profissões? Gostariamos de mais detalhes e estimativa de tempo. Obrigada!

    ResponderExcluir
  9. Olá , sou oftalmologista no Brasil estou pensando muito na possibilidade de ir para o Canadá .temos parentes aí , visitamos o local e achamos ótimo ! Profissionalmente me sinto bem realizada por aqui , tenho uma remuneração alta ... Tenho interesse na profissão de optometria...qual salário médio de um optometrista ? Normalmente esses proficionais fazem seu próprio horário ?

    ResponderExcluir
  10. Olá , sou oftalmologista e tenho interesse em ir para o Canadá . Temos parentes morando no Canadá que nos encorajam para isso . Tenho uma boa remuneração . Tenho interesse na área de optometria . Qual o salário médio desses profissionais ? Esses profissionais fazem seus próprios horários ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Ana!

      Obrigada pela visita ao Blog! Sim, os oftalmologistas no Brasil conseguem mais facilmente trabalhar como Optometristas porque no Canadá os Oftalmologistas são da categoria "especialistas" e pelo que eu sei são necessários vários cursos e provas para poder atuar como especialista. Parece que até médicos com experiência de cirurgia ocular etc e tal no BR têm que dar um passo atrás e serem ou "Family Doctor" ou "Optometrist ", mas mesmo assim vc precisará fazer um curso para poder exercer.

      Não sei o salário mas vc deve encontrar essa informação no Google. Imagino algo em torno de 80 mil por ano (para Optometristas) mas pode ser que ganhe mais caso vc alugue sua loja, venda lentes e armações etc etc.

      Caso vá trabalhar em alguma clinica, imagino q vc possa escolher os dias da semana e horários para trabalhar, porque as clínicas em geral têm vários médicos e as pessoas escolhem nos dias em q o médico da preferência está presente.

      Canadá é tudo de bom! Vale todo e qualquer sacrifício, mesmo que tenha que dar um passo para trás antes de seguir em frente!

      Boa sorte!!!!!

      Abs da Dupla

      Excluir
  11. Ola Dupla tudo bem ? achei seu blog e estou gostando muito e como vcs estao no Canada queria perguntar uma coisa para voce.

    Eu tenho 35 anos e minha esposa 27, Eu sou adv e pos graduado e ela e admnistradora. Minha irma e americana e minha mae tem greencard. Minha irma aplicou para nos so que ira demorar de 7 a 10 anos para sair meu green card e eu nao quero esperar isse tempo aqui no brasil.

    Minha esposa trabalha em uma grande empresa multinacioal mas a tempos estamos planejando mudar de pais. A maneira mais viavel que achamos foi dela fazer um college em uma faculdade publica, gastaremos em torno de 100 mil reais pelos 2 anos, dinheiro esse que ja esta separado. e pelas regras podemos permanecer la por ate 3 anos e podemos aplicar para residentes alem de eles me (conjuge) darem um visto de trabalho. (procede essas afirmacoes, pois eu recebi de varias agencias que consultei).

    Ai vc me pergunta sobre nos manter no canada, eu tenho uma situacao que me garante pelo menos 2 mil dolares canadenses por mes sem que nos nao facamos nada la, digo em trabalho.

    Essa e um pe de meia que eu queria fazer para ter garantia de permanecer la caso eu nao arrumar nenhum emprego.

    Eu sei que anos e anos que eu estudei nao valem de nada e eu estou no limite da minha vida Dupla que eu ai vou trabalhar de qualquer coisa, sei la cabelereiro que eu fui no passado antes de ser adv. So por estar em um pais que me de o minimo de seguranca e possibilidade de criar um filho caso nos tenhamos essa possibilidade.

    Estamos fazendo o toefl para saber que nota ela ira tirar e caso nao consiga a nota exigida iremos pela modalidade de Pathway que vc faz um aprendizado digo melhoria do ingles na propria faculdade e depois eles te aceitam automaticamente.

    Esqueci de falar iremos para Vancouver.

    Como eu falei na questao financeira estou tranquilo e gostaria de saber de voce o que voce acha neste momento ai como esta? Suas opnioes serao de grande valia.

    um grande abraco e fica com deus e se der tudo certo estaremos ai em Dezembro, pois as aulas comecam em janeiro…. nao vejo a hora cara….

    pode mandar resposta no meu email.

    andre.lima.correa@gmail.com

    Esqueci

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. André, vou te responder por aqui porque assim tento ajudar mais pessoas, que como vcs, estão em busca por uma qualidade de vida incomensuravelmente melhor.

      O que eu falo é minha opinião pessoal e não um compromisso de ser "a melhor solução " ou a "verdade absoluta" porque eu não sou consultora de imigração e as leis estão sempre mudando, então podem ter atalhos que eu não conheça.


      Vc está bem informado. Seu diploma de advocacia não vai ter utilidade até vc fazer (se quiser) cursos aqui e as provas da ordem. Voce já mostrou em seu texto que é inteligente e tem a cabeça aberta, por querer trabalhar em profissões que no Brasil não são consideradas "profissões nobres".

      Quem quer ganhar dinheiro aqui ganha. Basta pensar como você: Estar disposto a trabalhar.

      Vc já tendo um pé de meia para até se ambientar, ter seu trabalho, etc já vai ajudar bastante.

      Dezembro é uma época melhor para vcs encontrarem moradia porque não há tantos turistas na cidade então os apts ficam disponíveis. Dezembro chove quase que diariamente e é o mês em que os dias são mais curtos (4 e meia da tarde já está escuro! rsrsrs) mas logo depois do inverno vem a primavera e agora os dias já estão longos e maravilhosos!

      Uma dica: tentem escolher a moradia o mais próximo possível do College dela (se for viável em termos de $), pois assim vcs já estarão economizando um dinheirinho com transporte.

      Quais os Colleges vcs estão pesquisando? Posso dar algumas sugestões de locais, baseado na localização do mesmo.

      Desejo SUPER BOA SORTE e avisem quando estiverem aqui para marcarmos uma comemoração na English Bay. Sendo em dezembro, NÃO ESQUEÇAM dos guarda-chuvas!!!!! kkkkkkk

      Abraços da Dupla

      Excluir
  12. Olá Dupla, como sempre estão de parabéns, adoramos lê suas publicações.

    Minha pergunta é simples e ao mesmo tempo não é (rsrs), mas se souber algo por favor não deixe de responder :

    1. As área de Engenharia de Produção e Farmácia são promissoras em Vancouver ?
    2. Sabe como funciona o processo de validação ? (se é muito complicado, caro)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jadson,

      Não sei qual sua área na Engenharia de Produção mas creio que é uma das melhores para emprego (entre as engenharias). Farmácia não sei mas imagino ser boa área porque aqui toda farmácia precisa ter um farmacêutico de plantão e eles são ótimos (melhores que muitos "médicos de plano" no Brasiuuuuuuu). rsrs

      Validação: processo trabalhoso, lento e caro.

      Olha na web as associações de classe aqui e vai encontrar informações específicas de cada área.

      Uma solução talvez seja fazer um mestrado na área porque aí já mata dois coelhos com uma cajadada só....

      Boa sorte!!!!!

      Excluir
  13. alôôôô duplaaaaaa!!!! achei vcs por acaso por aqui e tem me tirado algumas duvidas, porem estou com o pé bem firme no chão pra nao fazer merda pois temos(eu e minha esposa) 2 filhos de 9 e 7 anos, e estamos nos organizando pra viver no canadá em no maximo 7 anos.Bem, mas meu caso é o seguinte e eu nao estou vendo nenhum caso parecido na internet: sou tecnico de radiologia,com algumas especializaçoes que bem provavel nao ser nada no canadá. Mas aí vem a minha duvida: sou militar (2º sgt das forças armadas), exercendo minha funçao pq trabalho no hospital da aeronautica. vc conhece casos de militares de carreira, concursados, que tenham abandonado pra viver no canadá? e como o governo me veria? como tecnico de raio x ou como ex forças armadas?e se isso seria de alguma valia pra mim no país? minha esposa tem curso de gestao administrativa e turismo,e nós provavelmente n poderemos estudar por causa das crianças,entao o proposito é trabalho mesmo. e qual a carga horaria de trabalho no país? desde ja obrigado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alôôôô Gustavo!!!!

      Parabéns pela brilhante decisão de SE MANDAR do Braziu-iu-iu-iu!!!

      Pra começar:

      1. Trabalhar aqui só de forma legalizada. Se vcs não vem pra estudar, vcs tem que vir como “Permanent Resident” então vcs têm que aplicar para o “Express Entry”. O site do consulado do Canadá em São Paulo explica tudo nas minúcias. Não confie em nenhuma outra fonte porque pode ser informação desatualizada.

      2. Se vcs vierem como PR, eu recomendo que vc faca algum curso / equivalência do seu diploma e trabalhe nesse setor que vc já tem experiência. Ser militar ou ex-militar do BR não vai contar nada aqui. Mas, se vc gostar da vida militar, vc pode fazer concurso para ser policial. Creio que só policial tipo de delegacia e de rua, porque para ser policial das Forças Armadas Canadenses vc teria que ser Canadense, e isso vc só vai conseguir após 6 anos morando aqui e até lá vc poderá estar muito velho (rsrsrsrsrs) e fora da idade em que eles aceitam os recrutas.

      Sua mulher tem ótimas chances, a industria de turismo aqui só faz crescer, e é por isso que eu abandonei toda a minha carreira como arquiteta e estou focada 100% em turismo e tenho adorado. Visite o sire da nossa empresa para conhecer mais www.vancouverbylocals.com (em ingles e português).

      A carga de trabalho aqui costuma ser de no máximo 40 horas por semana com a vantagem de que o trabalhado aqui NUNCA é explorado, seja ele o cara que recolhe o lixo da sua casa, seja ele o gerente do banco, seja ele o motorista de ônibus ou o caixa do supermercado. É OUTRA vida. Sucesso pra vcs e sigam a nossa página em português no FB (se quiserem dar um “like” a gente também agradece... hahaha “VancouverEmPortugues”.

      Abraço e muito sucesso.

      Cecilia (Dupla Canadense)

      Excluir
  14. Ola Dupla, estou adorando o blog de vocês, penso em ir para Ontario no proximo ano, temos um amigo que mora ai a mais de 10 anos, ele disse que consegue trabalho para nós, meu marido para área de construção civil, eu aqui no Brasil trabalho com vendas de bolos e doces e queria tentar algo nesta area por ai, não temos faculdade aqui no Brasil, você pode me dizer algo sobre esta area de confeitaria por ai. Obrigada.

    ResponderExcluir

Seu comentário será publicado após nossa aprovação. Obrigada.

Your comments will be published after our approval. Thank you.

You May Also Like